Compartilhe com seus amigos:

Andreia, recém-casada, vai acompanhar o marido no outro lado do mundo! Na Tailandia “Land of Smiles” (Terra dos Sorrisos ). Depois de 1 ano e meio vivendo nesse país tão diferente do Brasil, vivenciou muitas experiências novas, está aproveitando sua temporada na Ásia e definitivamente, com os Tailandeses, aprendeu a ser uma pessoa mais paciente .
Conheça mais de sua história…

– Nome:
Andreia Muller da Silva Tyrie

– Onde nasceu e cresceu?
Nasci em Lages-SC onde morei ate os 22 anos e depois fui morar na minha linda Porto Alegre –RS , cidade que adotei como meu segundo lar.

– Em que país e cidade você mora?
Moro na Tailandia em Bang Lamung. 30km de Pattaya a “Riviera Tailandesa”.

– Você mora sozinho ou com sua família?
Moro com meu marido Roy, meu filho Gabriel e nosso cachorro Golden-Retriever “Chalfer”.

– Há quanto tempo você reside nesse local?
Há um ano e seis meses

– Já residiu em outro(s) país(es) antes dessa experiência?
Não. Só viagens para Europa e Estados Unidos mas nada tão prolongado.

– Qual sua idade?
38 anos.

– Quando surgiu a idéia de residir no exterior?
Conheci meu marido quando ele estava há dois meses no Brasil, ele é Ingles, mas reside desde os dez anos de idade nos Estados Unidos. Casamos após dois anos de namoro, e quatro meses depois nosso casamento, a Companhia avisou-nos que teríamos que mudar para Tailandia.

– Foi difícil conseguir o visto de residência ou o visto de trabalho?
A Companhia do meu marido ajudou em todo o processo, entramos primeiro com visto de turista que deve ser renovado após 90 dias, saímos do país e voltamos depois e a cada noventa dias no primeiro ano, íamos ao escritório da imigracao para renovar mais 90 dias e após um ano, nos deram o visto para mais um ano.
A respeito das vacinas, no Brasil, tive que verificar validade e fazer novas vacinas para poder entrar no país, mas por uma questão da Companhia, pois a única que eles realmente exigem para entrar na Tailandia e a da febre amarela. Dica: antes de ir para a fila da Imigração no aeroporto, passe primeiro na Vigilância Sanitaria, evita de enfrentar uma fila enorme e ter que sair e esperar novamente para ser atendido, experiência pessoal.

– Você tem seguro saúde? Foi difícil obtê-lo antes ou depois da sua chegada?
A Companhia do meu marido fornece o Seguro Saúde.

– Você trabalha? Como a renda familiar é obtida?
Sou dona-de-casa ,meu marido trabalha e já veio relocado pela sua Companhia.

– Se a resposta anterior foi sim, você mudou de área depois da saída do Brasil ou continua no mesmo setor?
No Brasil trabalhava como enfermeira (instrumentadora cirúrgica), aqui estou sendo mãe e esposa tempo integral, mas não deixo de ser enfermeira, sempre tem alguém precisando de uma ajudinha, né?

– Você fala a língua local? Você acredita que é importante aprender a língua local?
Não falo o tailandes, arrisco palavras, digamos que o básico já sei. Falo ingles, aqui muitos falam ingles, existem muitos estrangeiros morando por aqui, então os tailandeses se adaptaram , nem sempre o correto , mas conseguimos nos comunicar. Acho importante aprender a lingua do país que voce está, não é tão necessário no caso de você não trabalhar como eu, agora se você quer trabalhar no paés ou desenvolver algum projeto, com certeza faz muita diferença saber a lingua local.
No meu dia-a-dia como dona de casa, já aprendi muita coisa e penso que sei me virar muito bem, mas como sempre dizem, “aprender não ocupa espaco”, então se você tem disposição suficiente e tempo, é bom fazer um curso para aprender a língua local. Facilita as coisas, né?

– O que você pensa sobre seu novo país e o local onde mora (e/ou onde morou)? Eles respeitam os Brasileiros e outros expatriados vivendo nesse país?

A Tailandia é basicamente um país de turismo e como tal, já aprendeu a conviver com as diferenças entre as pessoas, eles gostam muito de participar e conhecer as tradições de outros países. Na escola do meu filho, tivemos um evento chamado “International Day”, em que pais e alunos de diferentes países mostravam sua cultura, eu me vesti de Carmen Miranda e montamos uma mesa com pão-de-queijo e brigadeiro, camiseta da seleção e coisas típicas do nosso país, como; café, cachaça e com nossas cores verde e amarelo, foi um sucesso e me senti muito orgulhosa de pessoas se interessarem por nosso país e não só pelo futebol, mas pelo Carnaval também, vocês nem imaginam o quanto eles gostam de dançar e adoram o Samba, todos se referem a nós como um país feliz de pessoas alegres, bonitas e amistosas. Me sinto bem aqui, nunca presenciei nenhum sinal de intolerância à brasileiros aqui.

– Você tem filhos? Se sim, eles se adaptaram ao novo país? Estudam e têm amigos locais?

Sim, um filho ,Gabriel tem 09anos, ele estuda em uma escola internacional, tem muitos amigos de várias nacionalidades e também Thais (Tailandeses). No começo, como toda crianca, tudo era barreira, tudo tão diferente como brasileiro e também por personalidade, meu filho é extremamente ativo, conversador e bagunceiro. Desse lado do mundo, as crianças são mais calmas e caladas, então ele teve que aprender a ser mais paciente, calmo e controlado nas brincadeiras, hoje ele ja está bem adaptado e entendeu que se estamos em outro país e temos que aprender a conviver com as diferenças de cultura para podermos progredir e termos um bom círculo de amizades.

– Sente saudades da família no Brasil?
Quem nao sente? Bem talvez alguns não sintam, mas eu sinto muitas saudades, a família que você cresceu, as pessoas que te conhecem desde de criança, os amigos do peito, esses dificilmente serão substituídos por outras pessoas que você venha a conhecer, entaã a saudade e inevitável.

– O que costuma fazer nas horas vagas, finais de semana e feriados? Quais as atividades recreacionais existentes?
Talvez aqui seja um dos melhores lugares do mundo para morar, calor o ano todo, claro as vezes dá uma chuvinha, mas só pra lembrar que do céu também cai água, praias lindas com resorts maravilhosos, comida tailandesa feita na Tailandia por tailandeses e barata (no Brasil pagava um dinheirão nos restaurante tailandes, pra chegar aqui e descobrir que a comida não passava nem perto dos sabores daqui). Uma cultura rica, templos exuberantes, existem ilhas lindas perto da minha casa, sempre que podemos damos uma fugida. As distâncias em relação aos países orientais não são tão grandes e as vezes damos uma saidinha para Cingapura, Malasia, Vietna, Cambodja, India…Tem muita coisa para fazer por aqui.

– Você tem planos para o futuro? Pretende viver nesse país para sempre?
Estamos mudando em Junho desse ano, ainda sem destino determinado, vamos passear pela Escocia e Inglaterra, vamos ao Brasil e Estados Unidos, nesse meio tempo a Companhia decide para onde vamos, estamos com proposta para o Canada, mas ainda nao esta certo, portanto aguardem noticias minhas!

– Você comprou ou alugou o local que reside? Quanto pagou ou paga por isso? Comprar imóveis é algo comum nesse país?
Moramos em casa alugada pela empresa, mas eu pude escolher a casa, moramos em uma casa confortável, que veio com alguma mobília, tem 4 quartos, 4 banheiros, dependência de empregada, sala, cozinha estilo europeu, piscina com jacuzzi, um jardim grande, a empresa paga o aluguel.O valor e de 65.000,00 bahts, em dolares seriam algo em torno de US$ 1.800,00, acho muito, mas a Companhia nos deu esse teto então procuramos algo bom, mas existem lugares muito mais acessíveis e para todos os bolsos com certeza, não é difícil alugar sendo estrangeiro.

– Qual o custo de vida?
O meu orçamento familiar (despesas com alimentacao e contando meus gastos pessoais (aulas de tennis, almoço com as amigas, manicure, cabelo, sou vaidosa!) fica em torno de 40.000,00bahts (US$1.300,00 dolares). A companhia paga aluguel, empregada e gastos com luz e água, escola, eu penso que com 200,000,00bahts (US$6.000,00) voce consegue ter uma vida equilibrada. Desculpa se estou fazendo confusão, mas dinheiro não é meu forte! Nunca fui de economizar muito, por isso, talvez esteja colocando valores muito altos ou baixos, mas aqui não é um país caro, sabendo procurar, dá pra economizar bastante.

– Quais os pontos positivos e negativos de morar nesse país?
Positivos e negativos (para mim, eu Andreia, minha opiniao, acato a opinião de todos, aqui estou colocando as minhas e espero ser respeitada como respeito a de outros)

Positivos- o país tem praias lindas e uma cultura rica, não é um pais com custo de vida alto, as pessoas são amigáveis, encontrei a Associação dos Brasileiros aqui muito bem organizada, a comida é otima, o clima é bom (pra quem gosta de verão o ano todo). Voce pode pechinchar, o preço das coisas as vezes diminuem em até 70%. A Massagem Tailandesa é ótima, aqui tem uma casa de massagem a cada 100 metros.

Negativos- Nao que seja negativo, mas as vezes a paciência oriental me enerva! Muitas vezes você vai perguntar algo e lhe respondem “sim“ quando na real querem dizer, “nao”, eu sei que é confuso. Eles não tem muito senso de direção ou você sabe pra onde quer ir e conhece o caminho, ou então vai estar perdido por horas. Os vendedores detestam que você mexa nas roupas que estão penduradas ou dobradas, eles saem atrás de você arrumando tudo e isso irrita, como você vai comprar algo sem ver? Na região em que moro a exploração sexual e um grande problema.

– Você tem sugestões ou dicas para pessoas que pretendem viver nesse país?
Venha cheio de calma e paciência, aprenda que nem sempre um sorriso significa que eles estão felizes, será melhor se você tambem aprender a sorrir mesmo que na hora você queira chorar ou bater em alguém. Não de piti ou grite com um tailandes, eles ficam extremamentes envergonhados e aí sim e que a coisa não funciona, peça uma informação de cada vez, quando quiser saber algo pergunte com calma, a impaciência nunca vai funcionar aqui.
Tire seus sapatos sempre que entrar em uma casa de tailandeses, não toque a cabeca de um tailandes, 90% da população na Tailandia é Budista e para eles, a cabeça e a parte mais sagrada do corpo, não pode ser tocada por outros, em contra partida o pé e a parte mais suja, nunca aponte ou toque coisas com os pés (claro que o chão pode… risos). Lições aprendidas no dia-a-dia.

– Você gostaria de recomendar algum web site ou blog relacionado à esse país?

Meu blog THAI VIDA: http://mrstyrie.spaces.live.com, onde tem muito mais fotos do que comentários, mas se você quiser pode ler, as vezes, relendo os posts passados eu me divirto.

O site official de turismo da Tailandia: www.tourismthailand.org

S A W A D E E K A (cumprimento thai que significa ola ou até logo)

Participe… Deixe seu comentário!

 Leia todas as entrevistas do Entrevistando Expatriado

News Reporter
Criou o Bate Papo Pelo Mundo (também conhecido como Entrevistando Expatriados) em 2008 e adora conversar sobre o assunto vida no exterior. Atualmente mora no Canadá, mas também já chamou de casa países como a Holanda, os Estados Unidos e a Australia. Ela também escreve nos blogs Casal Mikix e Viajoteca, e atua como consultora de intercâmbio para o Canadá, junto a Mikix Intercâmbio.

0 thoughts on “T H A I V I D A

  1. Olá Meire,
    Curte cada palavra sua, amei as dicas , são de mais valiosas até mesmo pra evitar transtorno.
    Em breve estarei visitando a Tailândia. Se vc tiver contatos de outros brasileiros que more ai e poder me passar fico muito agradecida.
    Pois gostaria muito de manter contato e quem sabe até usar um como guia.
    Meu face é Lilia Rufino
    Agradecida.
    Lilia

  2. gostaria de onformações como ir morar na tailandia. Quero ir para treinar muay thai e aprender a cultura e a lingua local. Sou apaixonado pelo pais desde criança, e ter contato com alguem do brasil para tirar algumas duvidas seria muito bom, segue meu email para se possivel tu me ajudar em algo. o email é: ac.araujo.jr@gmail.com (meu nome é antonio). Aguardo respostas. obrigado

  3. Meire,

    Parabéns pela nova vida.
    Sol/praia o ano todo tudo o que eu queria.
    Eu moro na Alemanha,. Acabei de ler a sua entrevista e já estou passando para uma amiga que é Brasileira que mora na Argentina a anos e o esposo foi transferido para este lugar maravilhoso que vc mora.

    Meire

  4. Adorei!1! A taiândia parece ser mesmo incrivel, muito legal ler entrevistas com brasileiros que vivam em locais tão exóticos a nós… Muito interessante mesmo!!!! parabéns e boa sorte!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Compartilhe com seus amigos:

Andreia, recém-casada, vai acompanhar o marido no outro lado do mundo! Na Tailandia “Land of Smiles” (Terra dos Sorrisos ). Depois de 1 ano e meio vivendo nesse país tão diferente do Brasil, vivenciou muitas experiências novas, está aproveitando sua temporada na Ásia e definitivamente, com os Tailandeses, aprendeu a ser uma pessoa mais paciente .
Conheça mais de sua história… Continue reading “T H A I V I D A” <span class="meta-nav">→</span>

News Reporter
Criou o Bate Papo Pelo Mundo (também conhecido como Entrevistando Expatriados) em 2008 e adora conversar sobre o assunto vida no exterior. Atualmente mora no Canadá, mas também já chamou de casa países como a Holanda, os Estados Unidos e a Australia. Ela também escreve nos blogs Casal Mikix e Viajoteca, e atua como consultora de intercâmbio para o Canadá, junto a Mikix Intercâmbio.

5 thoughts on “T H A I V I D A

  1. Olá Meire,
    Curte cada palavra sua, amei as dicas , são de mais valiosas até mesmo pra evitar transtorno.
    Em breve estarei visitando a Tailândia. Se vc tiver contatos de outros brasileiros que more ai e poder me passar fico muito agradecida.
    Pois gostaria muito de manter contato e quem sabe até usar um como guia.
    Meu face é Lilia Rufino
    Agradecida.
    Lilia

  2. gostaria de onformações como ir morar na tailandia. Quero ir para treinar muay thai e aprender a cultura e a lingua local. Sou apaixonado pelo pais desde criança, e ter contato com alguem do brasil para tirar algumas duvidas seria muito bom, segue meu email para se possivel tu me ajudar em algo. o email é: ac.araujo.jr@gmail.com (meu nome é antonio). Aguardo respostas. obrigado

  3. Meire,

    Parabéns pela nova vida.
    Sol/praia o ano todo tudo o que eu queria.
    Eu moro na Alemanha,. Acabei de ler a sua entrevista e já estou passando para uma amiga que é Brasileira que mora na Argentina a anos e o esposo foi transferido para este lugar maravilhoso que vc mora.

    Meire

  4. Adorei!1! A taiândia parece ser mesmo incrivel, muito legal ler entrevistas com brasileiros que vivam em locais tão exóticos a nós… Muito interessante mesmo!!!! parabéns e boa sorte!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *