Compartilhe com seus amigos:

Kelly na NoruegaKelly, nunca acreditou muito em relações na net. Qual não foi a surpresa do destino, ao conhecer um noruegues no ICQ. Apos meses de amizade, surge o romance e finalmente, a decisão de se encontrarem ao vivo e a cores. O encontro se fortificou a união e o desejo de ficarem juntos.
Mas, a decisão final teria que ser tomada: deixar seu país, seu emprego, família e amigos para começar tudo do zero na terra dos vikings???
Leia a entrevista para conferir sua historia…

– Nome:
Kelly Cristiani Solheim

– Onde nasceu e cresceu?
Nasci na capital paulista mas cresci no interior, na cidade de Campos do Jordão.

– Em que país e cidade você mora?
Moro na Noruega em um local chamado Lindås, que fica lado a lado com a cidade de Bergen.

Link com fotos de Bergen: http://www.norphoto.com/r/eng36.php

– Você mora sozinho ou com sua família?
Moro com minha família. Por sinal, uma grande família. Eu já tinha dois filhos (Christian e Aline), da minha relação anterior, meu marido tem um menino de 17 anos (Simen) que vive com a mãe, e juntos temos o pequeno Daniel “Lollo” que esta com 5 anos.

Kelly na Noruega


– Há quanto tempo você reside nesse local?

Estou na Noruega desde 2001.

– Já residiu em outro(s) país(es) antes dessa experiência?
Nao

– Qual sua idade?
40 anos

Foto2

– Quando surgiu a idéia de residir no exterior?
Na verdade, sempre quis ter uma experiência no exterior para aprender uma nova lingua e viver a cultura de um outro país. Era um sonho de mocidade, mas nunca surgiu uma oportunidade na minha juventude, e nem minha família teria condicões econômicas para arcar com todas as despesas. Assim, era somente sonho de adolescente, nada mais do que isto.
Mas, no fundo no fundo, sempre soube que meu destino seria viver longe do meu país. Sempre tive uma ligaç̀ão muito grande com culturas de outros países, principalmente Egito e Grecia, e uma adoraç̀ão por linguas.
Hoje, vivo aqui, por acasos do destino e do coraç̀ão. E da Internet, é claro!! (risos)

– Foi difícil conseguir o visto de residência ou o visto de trabalho?
Nao, a obtenç̀ão do visto de permanência e trabalho para “Reunificaç̀ão Familiar”, que foi o meu caso, foi tranquilo e rápido. Mas, a UDI (Depto de Imigracão Norueguês) está criando novas regras para dificultar mais e mais a obtenç̀ão de vistos para quem se casa com cidadão noruegue.
Eles desconfiam que muitos pares se casam sem se conhecerem, somente por interesse de uma parte (ou ambas). Mas, em outros casos é muito complicado se obter visto para viver na Noruega. Nós brasileiros, por exemplo, não podemos vir para a Noruega só com visto de turista e tentar arrumar emprego por aqui.
No link abaixo tem todas as informacoes sobre vistos e como funciona o sistema noruegues.
Consulte o site da UDI em inglês: http://www.UDI.no

– Você tem seguro saúde? Foi difícil obtê-lo antes ou depois da sua chegada?
Nós temos um seguro único de saúde mantido pelo governo norueguês. Você passa a fazer parte do sistema, à partir da hora em que se obtem o visto de permanência no passaporte e o “personnalnummer”. Sem este número você não existe na Noruega. Precisamos dele para abrirmos conta bancária, para alugar imóveis, para pagarmos impostos, irmos ao médico, estudarmos , etc…
Todos os cidados que vivem na Noruega, tem direito a escolher um “fastlege”, ou seja, um médico que será seu médico fixo (e pode ser para toda sua família também). É este mesmo médico quem nos encaminha para os especialistas e exames, quando precisamos deles. Se não gostamos do nosso médico, e só ir na net e escolher outro que esteja vago. Pagamos uma pequena taxa pelas consultas e exames. Somente crianças e grávidas não pagam pelas consultas.
Já tratamento dentário, é gratuito para crianças até 18 anos. Adultos pagam todo o tratamento que geralmente é caríssimo.
O sistema de saúde daqui funciona bem na maioria dos casos, mas é lento quando o assunto é medico especialista.
Todas as vezes em que necessitei dos serviços médicos, correu tudo muito bem e fui muito bem tratada: pré-natal, parto, uma cirurgia na mão e uma cirurgia de urgência nos óvulos.

– Você trabalha? Como a renda familiar é obtida?
Sim, eu trabalho como Assistente de SFO em uma escola. SFO é um tipo de organização que recebe e faz atividades para as criancas da primeira até a quarta série, podendo se estender ate a sétima série em alguns locais. É especifíco para crianças que não tem com quem ficar em casa após a escola. Geralmente, no período da manhã, trabalho na mesma escola, como Assistente de Professor. Assim, tenho um dia super corrido e agitado.
A maior parte da nossa renda familiar vem do meu marido. Eu ajudo com uma parte do meu salário todo mês. Pagamos juntos o empréstimo da casa e as despesas gerais. E sobra algo para alguma aplicaç̀ão e “gastinhos” particulares.

Aqui, geralmente, é necessario que os dois (casal) trabalhem para manterem o padrão, já que o custo de vida é muito alto. Ainda mais quando se tem criancas em casa.
Arrumar emprego não foi fácil. Após terminar o curso de norueguês, e ter conseguido vaga para o Daniel na escolinha, comecei a sentir necessidade de trabalhar. Meu marido disse que eu deveria fazer o que eu desejasse. Assim, comecei a mandar CVs. Vez ou outra, alguém me ligava e perguntava: ”Você ja trabalhou antes aqui na Noruega??“, Eu dizia que não e já sabia de ante-mão que sem experiência anterior seria complicado. Após muitas tentativas, vi que precisavam de ajudante de limpeza no supermercado bem ao lado de casa. Não pensei duas vezes. Liguei e no dia seguinte estava trabalhando. A experiência na área de limpeza foi muito boa e gratificante. Fiz amigos, melhorei muito no noruegues e me senti valorizada como pessoa, pois aqui não tem aquele negócio de ser mal tratada e rebaixada porque se é faxineira, não.
Após uma ano na faxina, comecei a mandar CVs novamente e dessa vez fui chamada para 4 entrevistas. No ano seguinte, mandei varios CVs novamente, e fui chamada para 5 entrevistas e aprovada para 3 empregos e me decidi pelo meu emprego atual na SFO.

Kelly na Noruega

– Se a resposta anterior foi sim, você mudou de área depois da saída do Brasil ou continua no mesmo setor?
Mudei completamente de área. No Brasil, trabalhei 12 anos na Prefeitura da minha cidade, primeiro no setor de finanças e depois no setor de educaç̀ão. Ápos sair da prefeitura, trabalhei quase 3 anos como instrutora de informática em uma escola de computaç̀ão e só sai quando me mudei para a Noruega.

– Você fala a língua local? Você acredita que é importante aprender a língua local?
Sim, eu falo. Claro que estou longe de falar perfeitamente noruegues, pois é uma língua que exige muito de nós brasileiros, no que diz respeito a pronúncia. Sem contar que existem centenas de dialetos na Noruega e duas linguas oficiais (Bokmål e Nynorsk).
Eu acho importantissimo se aprender a língua do novo país. Ǹão só pela questão de aprender, mas pela necessidade de se entender e de se fazer ser entendido. Claro que tem gente que aprende mais rápido, tem outros que precisam mais tempo. Mas com dedicaç̀ão e boa vontade, tudo e possível. Vejo, por exemplo, meninas que são casadas com noruegueses que falam portugues. Muitas já vivem aqui faz muitos anos e são completamente dependentes do marido ou de alguém que as ajude em situaç̀oes em que é preciso se falar a lingua.
Os noruegueses as vezes se surpreendem, e gostam quando sabem que podemos conversar com eles em sua propria lingua. Ouvimos o tempo todo nos jornais que os noruegueses não gostam de estrangeiros que não tem interesse em aprender a lingua e nem sobre a cultura da Noruega.
Sim, este e outro ponto importante, do meu ponto de vista: aprender sobre a cultura do país. Ǹão tem coisa mais sem graça do que ver estrangeiros rindo das diferenças culturais entre seu país de origem e a Noruega. Pode ser que até não gostemos de alguns aspectos da cultura norueguesa, mas e preciso entendê-la, e nao julgá-la. Do mesmo modo que não concordo com estrangeiros que estão no Brasil, que riem ou façam gozação de coisas típicas da nossa cultura ou do nosso folclore. Isto é ridículo!! É ignorancia mesmo!!
Por isso, não julgo! A internet esta aí, a disposição de todos, para matar nossa curiosidade e tirar nossas dúvidas. Cultura é uma parte importante do desenvolvimento humano e intelectual. E saber entender e compreender as diferenças é sabedoria!!!

– O que você pensa sobre seu novo país e o local onde mora (e/ou onde morou)? Eles respeitam os Brasileiros e outros expatriados vivendo nesse país?
Eu, particularmente, adoro viver na Noruega. A natureza e belíssima e especial. As montanhas, os fiordes, as estaçoes do ano bem definidas, a preocupação com a herança cultural e a preservação da natureza. A cultura totalmente diferente da brasileira. Tudo isso me encanta e tenho mais e mais interesse em conhecer a fundo sobre este país que chamo de “lar”.
Nas últimas décadas, a Noruega vem recebendo mais e mais estrangeiros. Assim, na maioria das cidades, consideradas grandes, não existem problemas mais sérios (tipo violência contra estrangeiros), em relação aos estrangeiros.
Claro, que como na maioria dos países europeus, a Noruega tem uma certa negatividade em relação a estrangeiros de origem árabe. Ou contra estrangeiros que já vivem aqui fazem muitos anos e não tem interesse nenhum em aprender a lingua ou cultura local. E principalmente, aqueles que vivem sustentados pelo governo noruegues e não querem saber de nada.
Também não posso negar que já aconteceram, e acontecem, casos e casos entre noruegueses e estrangeiros. Casos de discriminação e rascismo. Isto acontece, pois nem todos os noruegueses estão de pleno acordo com o recebimento de asilados, e com o comportamento de outros tantos estrangeiros. Com relação a brasileiros, nunca ouvi nada de negativo. Muito pelo contrário, da a impressão que noruegueses adoram brasileiros, e geralmente, quando falamos que somos do Brasil, ja abrem aquele sorriso e aquela velha ladainha: “Brasil?? Samba, futebol, Ronaldinho”…(risos)
E olha que somos muito brasileiros espalhados por terras vikings. Só aqui em Bergen somos mais de 80, com certeza.

A cidade onde moro se chama Bergen… é uma cidadezinha muito charmosa que se localiza entre 7 montanhas. Aqui temos prédios antigos e de madeira, ruazinhas de pedra, mar, natureza, lugares bonitos e aconchegantes para se passear. É uma cidade marcada pelo forte patriotismo de seus moradores, que são muito orgulhosos de seu dialeto (bergense), de sua cidade, de seu time de futebol (Brann), de seus personagens históricos, entre eles o grande componista Edvard Grieg e suas tradiçoes, como o Buerkorps. Esta cidade e também o portal de entrada dos fiordes.
É uma cidade tranquila, aconchegante e que recebe muitos turistas no verão.

– Você tem filhos? Se sim, eles se adaptaram ao novo país? Estudam e têm amigos locais?
Sim, eu tenho 3 filhos. Dois da minha relação anterior e um nascido aqui. Minha filha tinha 9 anos quando veio comigo para a Noruega. Ela começou a estudar em uma escola especial para criancas estrangeiras aqui em Bergen. Ela aprendia noruegues, ao mesmo tempo que aprendia as materias básicas do curso normal. Ela teve também acompanhamento de uma professora de português (morsmållære) que a ajudava nas dúvidas e com aulas de português. Ela não teve problemas e após apenas 3 meses, já pode começar na escola normal próxima de nossa residência. Crianças aprendem rápido, pois não tem vergonha de falar errado. Sem contar que decoram tudo com uma facilidade tremenda. Todos pensam que ela nasceu aqui, pois ela fala um noruegues perfeito.
Minha filha sempre foi uma das melhores alunas de noruegues na escola, e passa a perna até nos próprios noruegueses. Ela termina agora em junho a décima série e começara no “grunnkurs”, que seria mais ou menos como o primeiro colegial no Brasil.

Meu filho mais velho veio em 2003 e apesar da timidez, se arranja sem problemas também. Ambos estão bem acostumados com o modo de vida noruegues e não desejam morar mais no Brasil.
Christian tem mais amigos estrangeiros.
Aline tem, praticamente, só amigos noruegueses.E todos a adoram muito. Viajam juntos, vão a festas, encontros. Sempre tem algum amigo(a) aqui em casa. Vem para visitar e acabam passando a noite. Mas são todos excelentes.

– Sente saudades da família no Brasil? Sente falta de produtos, alimentos e outras peculiaridades?
Claro que sinto muitas saudades da família. Mas a gente acaba aprendendo a viver com a opção de vida que escolhemos. Hoje em dia, temos muitos meios modernos que nos ajudam muito quando o assunto e amenizar as saudades: telefone, internet, webcamara.
Vixi!! Uma coisa que me faz falta quando o ssunto são produtos/alimentos, e por favor nao riam, é um supermercado brasileiro!! Vocês não podem imaginar o que vocês (do Basil) tem em variedade de produtos e direito de escolha. Aqui temos praticamente as mesmas redes de supermecados em toda a Noruega, poucos produtos a escolher e os preços de “cair o queixo”…(risos)…e a carne de vaca, então??..custa uma fortuna. Para quem estava acostumado a comer bifinho frito todo dia e ter um churrasquinho nos fins de semana, aqui este cardápio “pesa” muito no bolso…
A sorte e que minha mãe e minhas amigas, estão sempre aptas a me mandarem produtos brasileiros. Assim, sempre temos feijão preto, feijão carioquinha, Tang, BIS, doce de leite cremoso, farinhas de todos os tipos, shampoos, medicamentos, etc…
Algumas coisinhas tipo leite condensado, requeijão cremoso, sucos tropicais, frutas encontramos na maioria das lojinhas de estrangeiros que se espalham por todos os locais.

– O que costuma fazer nas horas vagas, finais de semana e feriados? Quais as atividades recreacionais existentes?
Eu vou ser bem sincera, adoro minha casa. Curto de montão sentar no terraço e ficar lendo, tomando sol ou só vendo a paisagem. Quando estamos a fim, curtimos um jantarzinho fora, jogamos boliche, vamos tomar banho de piscina, pescaria, andar de bicicleta, passeio as montanhas, cuidar de jardim ou simplesmente, um passeio a cidade para ver os jardins, o mercado do peixe, etc…
Quando o tempo esta bom e quente, viajamos para a cabana da família em Hållandsdalen. É uma cabana super rústica a beira do lago. Todos adoram ir para lá. É lá que esquecemos do mundo modernom pois não temos energia o tempo todo, então todos conversam muito, fazemos gincanas, grill, pescaria, muito banho de lago, passeios na região.
Outro local que gostamos de ir tambem, e para Voss. Antes ficavamos em hotel, mas no ano passado compramos um trailer, e adoramos viajar e morar desta forma.

Não sei se voces notaram, mas não falei muito sobre visitar os parentes/amigos. Aqui não se costuma visitar muito um ao outro. E uma coisa tipica do noruegues. Visitas tem que ser com hora marcada para nao pegar ninguem em uma hora impropria. Assim, mesmo os parentes não costumam se visitar o tempo todo. Sempre ligam antes e perguntam que dia eles podem vir e a que horas.:-)

– Você tem planos para o futuro? Pretende viver nesse país para sempre?
Não tenho planos de me mudar no futuro, ou de retornar ao Brasil. Mas como nem sempre decidimos o nosso destino, fica dificil dizer algo sober isso.
Pensamos em comprar algo no Brasil quando estivermos proximos de nos aposentarmos, vamos ver! Mas não sei se conseguiríamos viver longe dos netinhos…(risos)

– Você comprou ou alugou o local que reside? Quanto pagou ou paga por isso? Comprar imóveis é algo comum nesse país?
Quando me mudei para a Noruega, morávamos em um apartamento na casa dos meus sogros. Apesar de gostarmos muito de morar lá, sonhávamos em ter nossa própria casa, e em 2006, finalmente, compramos esta casa em que moramos que fica a cerca de 10 minutos do local aonde morávamos anteriormente.
Imóveis na Noruega são muito caros, principalmente se são bem centrais, como o local onde moramos. Assim, posso dizer que demos muita sorte e compramos por um otimo preço, cerca de 1.500.000 Coroas.
Na Noruega, muitos compram imoveis, já que é possivel se obter empréstimos que cobrem de 80 até 100% do valor total do imóvel a ser comprado.
Desde que a pessoa tenha renda fixa que condiza com o valor que será emprestado, o banco não cria problemas para liberação de empréstimos.

– Qual o custo de vida?
O custo de vida e alto. Mas se ganha o bastante para se viver bem. Eu acredito que o que mais pesa no custo de vida noruegues seja aluguel e condução. Alimentos são caros, mas a gente acaba aprendendo como é onde comprar barato. Roupas tem de todos os preços, depende do bolso de cada um. Eu, por exemplo, adoro as liquidaçoes. No inverno, compro roupas de verão para toda familia e na entrada do verão, compro roupas de inverno de qualidade com descontos de ate 70%. E assim que faço para economizar.
Não faço muito idéia de quanto é preciso para uma família comum (casal e 2 crianças) viverem. Geralmente é necessário que ambos os adultos trabalhem fora e os gastos dependem muito do tipo de vida que a família tem.
Mas, engana-se quem pensa que pode ficar rico na Noruega. Ou seja, vir para a Noruega com a intenção de ficar rico e voltar ao Brasil. Tudo e caro e voce teria que ser extremamente economico para fazer um “pe de meia”. Claro, que a maioria dos cidadãos, tem um certo padrão de conforto que a Noruega possibilita. Não existe uma grande diferença salarial na hierarquia no mercado de trabalho noruegues. Somente os chefoes das estatais e que ganham muito mesmo.
Nos, cidadãos comuns, conseguimos economizar muito pouco

Kelly na Noruega

– Quais os pontos positivos e negativos de morar nesse país?

Positivos:

1. Seguranca,
2. Tranquilidade,
3. O sistema cobre a maior parte das necessidades de seus cidadãos: problemas economicos, desempregados, mães solteiras, estudantes, aposentados
4. Todos podem e tem oportunidade de estudarem e serem o que quiserem no futuro,
5.Se voce esta no mercado de trabalho, existem varias regras trabalhistas que permitem que você volte a estudar, ou fazer cursos, ou tente uma nova area profissional ou ainda tire um período de permissão (afastamento) do trabalho . Caso volte a estudar ou queira fazer cursos, o sistema cobre uma parte do seu salario. Os casos de permissão podem ser remunerados ou não.
6. As leis que protegem as mulheres é uma das mais modernas do mundo. As mulheres tem hoje direitos e leis que estão acima das leis que dizem respeito aos homens. As mamães tem direito a licença maternidade de 1 ano, podendo se extender por até 2 anos (com diminuição parcial do salário), possibilidade dos papais também tirarem licença paternidade e assim poderem dividir e compartilhar este primeiro ano de vida de seus filhos.
As mulheres daqui competem de igual para igual no Mercado de trabalho… são engenheiras, motoristas de trem, onibus, caminhao, trator, trabalham nos jardins, são mecanicas, são eletricistas, são pintoras, carpinteiras e trabalham na construção…e não há quem ouse chamá-las de “sapatao” como no Brasil…e uma Vitória para as mulheres e um exemplo para o mundo…

Negativos:

1. Que muitos noruegueses acreditem serem muito melhores do que qualquer outro estrangeiro, e não conseguem aceitar que muitos de nos, de paises do chamado terceiro mundo, temos tanto ou mais instrução e experiência profissional do que eles.
2. O sistema apresenta algumas falhas que tem que ser melhoradas, entre elas a que tem relação com as crianças asiladas ou estrangeiros que já estão vivendo aqui há muitos anos, e de repente tem que sair do país da noite para o dia. Isto é um absurdo!!!
3. A dificuldade para o estrangeiro participar do mercado de trabalho dentro de sua própria área profissional
5. A Noruega tem tanto dinheiro mas o usa de forma errada. Dá demais para outros países, o que é positivo, mas corta em áreas importantes para seus próprios cidadãos. Cito como exemplo, cortes na área educacional, saúde, tratamento ao idoso e rodovias. Apesar de ser um país de primeiro mundo tem muita escola esperando por reformas, várias piscinas públicas estão vazias por falta de verba, faltam funcionários em áreas importante por falta de verba tambám, faltam vagas em asilos, hospitais, médicos especialistas, etc… nenhuma escolinha/creche é gratuita e temos que esperar muito por vagas.
6. O excesso de regras para tudo..e haja regras!!! (risos)…altos impostos,

– Qual a curiosidade que mais te chama a atenção nesse país?
As coisas que mais me chamam a atenção na Noruega, é o desejo de se manter vivas as tradiçoes e cultura do país. Festas, comidas típicas, músicas, danças são bens de grande valor entre os noruegueses. Entre as tradicoes e as diferenças culturais, eu citaria:

1. Os Bunads, roupas típicas do país, e que são muito bonitos, e que representam o local de onde a pessoa veio ou com a qual ela tenha uma ligação. São usados em datas especiais como: batizados, confirmação, casamentos e 17 de maio.
Link Bunads noruegueses: http://www.norskflid.no/
2.Deixar os sapatos na porta da casa. Ninguém usa sapatos dentro de casa, só meias ou chinelos. O mesmo acontece nas escolas, creches, etc…dizem que é para manter a casa/local limpo por mais tempo. Será???
3.Enfeitar toda a casa no natal e na páscoa. Se troca tudo, desde cortinas, até toalhas de mesa. Natal e Páscoa são datas muito especiais para os noruegueses. Tudo é enfeitado com muito carinho nas cores da época.
4.Festas, principalmente infantis, são marcadas de longa data, tem hora para começar e encerrar e precisamos telefonar com antecedência informando se iremos ou não.
5.Bebidas alcoolicas só podem ser compradas em uma loja especializada em bebidas. Somente cervejas podem ser compradas nos supermercados, e isto sí ate as 20hs.
6.O patriotismo dos noruegueses, que quando exagerado, pode ser negativo.
7. O interesse pelos esportes de inverno, pelo contacto e preservação da natureza.
8. Os jovens que deixam o lar muito cedo, por volta dos 16-17 anos, para estudarem ou para viverem por conta própria.
9. O uso de muita comida congelada e a paixão por pizza, cerveja (apesar do precinho) e futebol.
10. Esta é uma diferença que eu adoro: ninguém esta nem aí com o que você usa. Você usa o que te faz sentir-se bem. Pode ser roupa social com tenis, pode ser roupa toda brilhante, dourada ou prateada a qualquer hora do dia. Coisas que combinam e tantas outras que não combinam nem um pouco faz um tanto individual o gosto de cada noruegues. Os cabelos também, quanto mais arrepiados ou coloridos, melhor.
12. Esta e uma característica que acho um barato: uso de sandálias com meias no verão…(risos)…meu marido também esta incluído neste item, e não adianta dizer a ele que é horrível, pois ele adora usar a “bendita“ sandália com meias!!! Ainda bem que não é meia preta, menos ruim, né!!!
13. Café e chá sem açucar. Agora já me acostumei e quase não uso açucar, mas não foi fácil!!!
14. Longos periodos de escuridão no inverno e de muita claridade no verão. Isto assusta!!! Mas sempre digo que a Noruega e um país abençoado, pois o que falta no inverno (calor e luz do sol), Deus dá dobrado na primavera e no verão, com dias longos com até 23 horas de sol e claridade. Em junho, são 22hs e o sol fica quente e alto, e podemos sentar no terraço e curtir aquele belo por-do sol…

Kelly na Noruega

– Você tem sugestões ou dicas para pessoas que pretendem viver nesse país?
A Noruega é um país muito bom para se viver, tranquilo e com muitas oportunidades. Assim, não é um país para quem esta acostumado com muita festança, balada e coisa assim. Aqui acontece muito pouco quando o assunto é “agito”, se vocês me entendem.Em cidades pequenas, a vida é muito rotineira e monótona para quem esta acostumado com cidade grande e muita atividade.A não ser que você tenha oportunidade de morar em cidades maiores, aonde haja mais atividades, viver na Noruega pode ser muito duro para os brasileiros.
Brasileiros não podem vir para a Noruega com visto de turista e tentar procurar emprego. Não adianta tentar, pois a coisa não funciona. Nós brasileiros, só podemos morar e trabalhar na Noruega nos seguintes casos: casando-se com cidadã(o) noruegues, tendo uma proposta por escrito de um empregador noruegues e ainda assim, terá que aguardar a saída do visto antes de começar a trabalhar e embarcar para a Noruega ou sendo cidadão europeu (dupla nacionalidade), o que te da direito a viver aqui e procurar emprego sem necessidade de visto. Este período é de 6 meses para cidadãos europeus.

Para quem esta vindo com tudo em ordem, eu aconselharia:
1. Tire carteira de motorista no Brasil, pois neste caso a troca pela carteira norueguesa é muito mais fácil.
2. Traga todos seus Certificados, diplomas, atestados escolares traduzidos para o inglês ou noruegues. Se você ja tem tudo traduzido e em ordem, e deseja continuar estudando aqui ou deseja trabalhar na sua área de formação, mande tudo para o NOKUT, setor responsável pelo reconhecimento profissional ou educacional dos estrangeiros.
Link do NOKUT em ingles: http://www.nokut.no/sw335.asp
3. Se você usa algum medicamento especial, traga a receita traduzida ou medicamentos em boa quantidade, pois aqui nem tudo pode ser comprado nas farmácias. Atá pílula anticoncepcional temos que comprar com receita médica.
4. De resto, traga a mala carregada com muito bom humor, força de vontade e pensamento positivo. A vida da gente anda a passos curtos aqui, nunca esperem que vocês vão conseguir tudo rapidamente, pois não é assim que as coisas funcionam por aqui. Dediquem-se primeiramente ao aprendizado da lingua, depois partam em busca de seus planos.
Claro que muitos dão sorte e, as vezes, já conseguem emprego sem necesssidade de aprender noruegues. Mas são poucos. Muitos penam anos e anos mandando CVs, indo para entrevistas. Mas, não desistam!!
5.Procure todas as informacoes possíveis sobre a Noruega. Se for vir só para visita, venha de preferência no inverno pois esta é a melhor maneira de ver se você vai resistir ao
6. Se você não fala inglês, trate de aprender pois e só com inglês que você irá sobreviver até começar a aprender a lingua local.
5. E finalmente, não venham com aquela mentalidade de que a Noruega é o país mais perfeito do mundo, pois não é. O país tem muitas coisas ótimas, mas tem muito que melhorar também. Tem muitas falhas. Nenhum país é 100% perfeito neste mundo. O país perfeito é aquele onde nos sentimos bem-vindos, realizados e felizes. As pessoas que vem com essa visão de perfeição, são as que mais sofrem, pois esperam uma coisa e acabam encontrando outra.

Mas, não deixem de aprender a crescer com as experiências negativas e com as positivas. Viver longe de casa ja não é fácil. E viver em um outro país, que é totalmente diferente do nosso em muitas coisas, e mais difícil ainda. Assim, “bola pra frente” e “lykke til” (Boa sorte em noruegues)!

– Você gostaria de recomendar algum web site ou blog relacionado à esse país?
Meu blog: A Noruega Brasileira II

Site official de Bergen em ingles: http://www.visitbergen.com/default.asp?sp=GB

Guia official de Bergen em ingles: http://www.bergen-guide.com/

Site do Visite a Noruega: http://www.visitnorway.com/

Site oficial da Noruega no Brasil: http://www.noruega.org.br/

News Reporter
Criou o Bate Papo Pelo Mundo (também conhecido como Entrevistando Expatriados) em 2008 e adora conversar sobre o assunto vida no exterior. Atualmente mora no Canadá, mas também já chamou de casa países como a Holanda, os Estados Unidos e a Australia. Ela também escreve nos blogs Casal Mikix e Viajoteca, e atua como consultora de intercâmbio para o Canadá, junto a Mikix Intercâmbio.

81 thoughts on “A Noruega Brasileira

  1. Eu adorei ler essa entrevista, com vc. e isso me ajudou muito a saber mais sobre esse País lindo que é a Noruega. Parabens e Felicades

  2. Kelly estou morando em Bergen desde outubro e passando perrengue, justamente porque não busquei todas as informacões corretamente antes de vir. Estou casada com Noruêgues que conheci no Rio, onde morava na época, estudando inglês, e aguardando a bendita vaga na escola de noruêgues. Adorei sua entrevista e expressa muito bem o que é viver aqui. Estou gostando e me adaptando, já encontrei leite condensado e feijão na loja de imigrantes perto da escola. Já consigo me comunicar em inglês e estou muito apreensiva em relacão ao trabalho. Sobre os supermercados no Brasil tenho case tanta saudade, quanto tenho dos meus pais, é pra morrer … também sinto falta das frutas, nada tem muito gosto e a maioria não tem cheiro. Abracos!!!!

  3. Olá Kelly, gostei bastante das informações que postou. Estou indo para a Noruega no próximo ano e vou ficar apenas 1 ano. Sou professora universitária e médica e irei fazer um pos-doc em Bergen. Tenho 2 filhos de 7 e 3 anos. Quanto acha que custa um aluguel de uma casa com 2 quartos? Tentei contato com uma escola internacional pelo site mas não obtive resposta.
    Pode me auxiliar a entrar em contato com a escola (acho que só tem uma,( vc confirma? )para saber sobre valores e vagas?
    Pode indicar algum corretor que fale ingles, que possa me auxiliar?
    Estou indo apenas com o salário de professor universitário, meu marido é fotógrafo e não sei se conseguirá trabalho. Estou bastante preocupada com a subsistencia.
    Grata,
    Valéria.

  4. ola kelly meu nome e jose dias vivo em portugal ja 14 anos tenho dupla nascionaliddade.gostei muito da suas dicas pois no momento estou desempregado e com grande necessidade de trabalhar.tenho 6 meses parado. com dois filhos e muitas despesas no final do mes.
    oque necessitava era de uma pessoa que mi orientase onde encontrar um lugar pra ficar e buscar trabalho por favor se podes me ajudar nao deixe de o fazer que Deus abençoi tu e tua familha.

  5. ola kelly meu nome e jose dias vivo em portugal ja 14 anos tenho dupla nascionaliddade.gostei muito da suas dicas pois no momento estou desempregado e com grande necessidade de trabalhar.tenho 6 meses parado. com dois filhos e muitas despesas no final do mes.
    oque necessitava era de uma pessoa que mi orientase onde encontrar um lugar pra ficar e buscar trabalho por favor se podes me ajudar nao deixe de o fazer que Deus abençoi tu e tua familha.

  6. Gotei muito tudo lidelser sit
    Meu esposo tambem gosto,ater entao qundo vc estava elogiando a Noruega (Riso) quando comecou a falar os ponto negativo dia ele pegou,dal tive q descutir com ele,é mole ele nao quiz ouvi as verdade,tenho uma Amiga que trabalha em um abrigo develhinhos aqui perto Haugusund. Aksdal eles faltou que no Natal nao vai ter sovet pra os velinhos que eles gosta muito porque nao tem dinheiro é mole??em fim os noruegues nao gosta quando fala negativo tenho q ri rsrs

  7. Kelly preciso muito de sua ajuda se possivel estive lendo sobre o que vc postou e gosti muito.Eu ja conheco a Noruegua fiquei 3 mes em Tromso entao agora eu e meu noivo resolvemos casar depois de 1.ano e 7 meses de namoro mas estou meia em duvida porque eu nao falo a ligua Noruegua e falo muito pouco Ingles somente o basico e nao sei se no caso de uma casamento na Noruegua,tem algun tradutor neste caso pra me traduzir o que ta escrito.Muito obrigado por tudo dez de ja agradeco a Noruegua realmente e muito linda muito frio mas por amor td ta pra aguenta kkk

  8. Kelly preciso muito de sua ajuda se possivel estive lendo sobre o que vc postou e gosti muito.Eu ja conheco a Noruegua fiquei 3 mes em Tromso entao agora eu e meu noivo resolvemos casar depois de 1.ano e 7 meses de namoro mas estou meia em duvida porque eu nao falo a ligua Noruegua e falo muito pouco Ingles somente o basico e nao sei se no caso de uma casamento na Noruegua,tem algun tradutor neste caso pra me traduzir o que ta escrito.Muito obrigado por tudo dez de ja agradeco a Noruegua realmente e muito linda muito frio mas por amor td ta pra aguenta kkk

  9. meu nome é Tânia sou brasileira e moro em portugal já alguns anos. pois pelos os anos que aqui eu estou eu tenho o direito pela a nacionalidade mas eu não tratei. pois eu gostaria de saber se eu posso emigra sem a minha nacionalidade só com a minha residência permanente. muito obrigado pela a atenção.

  10. meu nome é Tânia sou brasileira e moro em portugal já alguns anos. pois pelos os anos que aqui eu estou eu tenho o direito pela a nacionalidade mas eu não tratei. pois eu gostaria de saber se eu posso emigra sem a minha nacionalidade só com a minha residência permanente. muito obrigado pela a atenção.

  11. oi kelly,eu gostei muito da sua entrevista e concordo plenamente con você,agente nao podemos nunca deixar de lutar pelos nossos objetivos!eu moro na espanha a 6 anos,so q como a espanha esta tendo muitos problemas para sair dessa crise,eu estou indo passar 11 dias na noruega,o meu pensamento é passar 11 dias atras de trabalho ai,se eu nao conseguir nada eu volto outra vez para a espanha,so q eu vou fazer de tudo para conseguir algum trabalho ai,seja oq for,eu acho q a esperança é a ultima q morre!oq você acha dessa minha experiencia ai?um abraço..

  12. oi kelly,eu gostei muito da sua entrevista e concordo plenamente con você,agente nao podemos nunca deixar de lutar pelos nossos objetivos!eu moro na espanha a 6 anos,so q como a espanha esta tendo muitos problemas para sair dessa crise,eu estou indo passar 11 dias na noruega,o meu pensamento é passar 11 dias atras de trabalho ai,se eu nao conseguir nada eu volto outra vez para a espanha,so q eu vou fazer de tudo para conseguir algum trabalho ai,seja oq for,eu acho q a esperança é a ultima q morre!oq você acha dessa minha experiencia ai?um abraço..

  13. tenho 36 anos e estou apaixonado pela noruega gostaria muito de ir para lá se tiver alguem com mais informaçoes sob emprego na noruega pois vejo que é o unico meio de ir para lá alguma empresa que esteja contratando mão de obra e que me indique para um visto de trabalho, naum quero me aventurar quero trabalhar sou casado pai de tres filhos sei que nao é facil nenhuma mudança é ainda mais mudar de pais deixando mulher e filhos mas lendo a istoria de kelli me vejo na cituaçao de saber que sempre dentro de mim tive este sonho de conhecer outras culturas e viver outras experiencias não tenho medo do desconhecido tenho medo de não tentar , gostaria de olhar pra tras um dia e ver que tive direito de escolher como viviver no mundo não me escrevam aventureiros e pessoas mentirosas preciso de ajuda sincera para trabalhar na noruega , pode ser na area de construção civil como pintor , serviços gerais ou lanchonetes como chapeiro lancheiro ou ainda garçon tenho experiencia . se houver alguem que tenha contatos na noruega me avisem, obrigado meu nome é Robson e meu email, é http://www.piixote@hotmail.com.

  14. tenho 36 anos e estou apaixonado pela noruega gostaria muito de ir para lá se tiver alguem com mais informaçoes sob emprego na noruega pois vejo que é o unico meio de ir para lá alguma empresa que esteja contratando mão de obra e que me indique para um visto de trabalho, naum quero me aventurar quero trabalhar sou casado pai de tres filhos sei que nao é facil nenhuma mudança é ainda mais mudar de pais deixando mulher e filhos mas lendo a istoria de kelli me vejo na cituaçao de saber que sempre dentro de mim tive este sonho de conhecer outras culturas e viver outras experiencias não tenho medo do desconhecido tenho medo de não tentar , gostaria de olhar pra tras um dia e ver que tive direito de escolher como viviver no mundo não me escrevam aventureiros e pessoas mentirosas preciso de ajuda sincera para trabalhar na noruega , pode ser na area de construção civil como pintor , serviços gerais ou lanchonetes como chapeiro lancheiro ou ainda garçon tenho experiencia . se houver alguem que tenha contatos na noruega me avisem, obrigado meu nome é Robson e meu email, é http://www.piixote@hotmail.com.

  15. Amei o seu comentario eu estou pretendeno me casa aqui na noruega pra viver aqui minha filha ja mora aqui a 10 anos,eu faz 3 ano que namoro um noruegues,gosto muito daqui….parabens pra vc pelo seu comentario isso ajuda muitos Brasileiro,ok um feliz 2012 bjao
    Dalva

  16. Amei o seu comentario eu estou pretendeno me casa aqui na noruega pra viver aqui minha filha ja mora aqui a 10 anos,eu faz 3 ano que namoro um noruegues,gosto muito daqui….parabens pra vc pelo seu comentario isso ajuda muitos Brasileiro,ok um feliz 2012 bjao
    Dalva

  17. O que geralmente nos motiva a superar as dificuldades, as barreiras sociais e culturais de um país são as nossas motivações pelas as quais estamos ali para alcançar nossos ideias.Assim como você, eu e meu marido tambem temos nossas corretas motivações pelo qual escolhemos a Noruega como possibilidade de morada.Estamos nos planejando para que num futuro proximo isso seja possivel.E parabens por honrar sua origem.
    Maria Pontes.

  18. O que geralmente nos motiva a superar as dificuldades, as barreiras sociais e culturais de um país são as nossas motivações pelas as quais estamos ali para alcançar nossos ideias.Assim como você, eu e meu marido tambem temos nossas corretas motivações pelo qual escolhemos a Noruega como possibilidade de morada.Estamos nos planejando para que num futuro proximo isso seja possivel.E parabens por honrar sua origem.
    Maria Pontes.

  19. Oi preciso ir para noruega, sinceramente não domino bem o ingles e preciso trabalhar, tenho muitas contas para pagar.
    Tenho dupla nacionalidade (brasileira e portguesa). Poderias me ajudar, indicando como está o mercado de trabalho, cidade que eu poderia ficar, alugar um quarto…. POR favor responda para meu e-mail. Estou comprando a passagem muito breve.

  20. Oi preciso ir para noruega, sinceramente não domino bem o ingles e preciso trabalhar, tenho muitas contas para pagar.
    Tenho dupla nacionalidade (brasileira e portguesa). Poderias me ajudar, indicando como está o mercado de trabalho, cidade que eu poderia ficar, alugar um quarto…. POR favor responda para meu e-mail. Estou comprando a passagem muito breve.

  21. Somente gostaria de frisar que o Brasil não é um país de terceiro mundo à muitos anos. Por outro lado não somos mais cidadãos de terceira classe nem menores do que de outros países. Conheço razoavelmente o mundo, incluindo países africanos, europeus e asiáticos. trabalhei em diversas cidades da América do Sul e também no sudoeste asiático.Em todos estes lugares, 90% dos estrangeiros que encontrei e que conheceram o Brasil falaram muito bem do país e das pessoas aqui.
    A história de sucesso da Kelly é mais uma prova de brasileiros que fizeram valer sua capacidade para superar as barreiras reais e imaginárias de novas culturas. Quero registrar portanto meus parabéns pelo exemplo dela de superação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *