Mundão véio sem porteira

On

Compartilhe: FacebookTwitterLinkedinemailMichel, carioca da gema, foi criado em Minas. O “mundão véio sem porteira” sempre o fascinou. Em 2005, depois de acabar a faculdade no Brasil, foi morar e trabalhar na Austrália. Mas depois de alguns meses lá acabou conhecendo uma italianinha…